Menu principal
 

Apresentação

Tecnologia-Logistica-1Perfil do Curso

De acordo com o Catálogo Nacional dos Cursos Superiores em Tecnologia, os profissionais tecnólogos do eixo de Gestão e Negócios, devem possuir especialização em aquisição, recebimento, armazenagem, distribuição e transporte. Atuando na área logística de uma empresa ou organização, planeja e coordena a movimentação física e de informações sobre as operações multimodais de transporte, para proporcionar fluxo otimizado e de qualidade para peças, matérias ­primas e produtos. Ele desenvolve e gerência sistemas logísticos de gestão de materiais de qualquer natureza, o que inclui redes de distribuição e unidades logísticas, estabelecendo processos de compras, identificando fornecedores, negociando e estabelecendo padrões de recebimento, armazenamento, movimentação e embalagem de materiais, podendo ainda controlar recursos financeiros e ocupar-­se do inventário de estoques, sistemas de abastecimento, programação e monitoramento do fluxo de pedidos. As responsabilidades no exercício das atribuições exigem visão sistêmica e estratégica, capacidade de comando, liderança, além de densos conhecimentos de estratégias de segurança e respectivas tecnologias e equipamentos.

Objetivos do Curso

Objetivo Geral:

O Curso Superior de Tecnologia em Logística é uma forma de educação profissional destinado aos egressos do ensino médio e técnico, que objetiva formar profissionais capazes de planejar, colocar em operação e controlar as atividades de logística de uma empresa, utilizando as metodologias e tecnologias atualizadas de gestão e identificando oportunidades de redução de custos, aumento da qualidade dos serviços em geral e aumento da qualidade de cumprimento do prazo.

Objetivos Específicos:

Para alcançar o objetivo geral, o curso deverá preparar o profissional em logística, garantindo que os egressos, sejam capazes de:

  • aplicar os conhecimentos em armazenamento e distribuição de materiais dentro do conceito de cadeia de suprimento;
  • analisar aspectos de dimensão e localização de Centros de Distribuição; visando à minimização de custos operacionais e tributários, sem perda na qualidade dos serviços, e possibilitando vantagens competitivas para a empresa, que nos limites de profissionalização cubram as carências técnicas e de gestão empresarial no setor produtivo e de serviços;
  • possibilitem ao acadêmico do Curso a aquisição de conhecimentos de caráter técnico e tecnológico, bem como de habilidades e atitudes que lhe permitam participar de forma responsável, ética, ativa, crítica e criativa na solução dos problemas da cadeia de suprimentos, de integrar­-se na força de trabalho do setor e de desempenhar com segurança e discernimento as atribuições que lhe forem próprias.

CONCEPÇÃO DO CURSO

Princípios Filosóficos e Pedagógicos do Curso

A gênese do Curso Superior de Tecnologia em Logística do Instituto Federal Catarinense do Campus São Francisco do Sul contempla a importância do conhecimento e a sua constante evolução. Neste contexto, entende-­se que as sociedades contemporâneas têm esperado contribuições cada vez mais amplas das instituições universitárias e, nesse sentido, é preciso considerar que a formação profissional para os diferentes segmentos do mercado de trabalho, bem como a contribuição para a inovação tecnológica, do avanço científico à extensão do conhecimento nelas gerado aos diferentes segmentos da sociedade são deveras importantes. As rápidas transformações econômicas, tecnológicas e políticas deste período constituem o cenário volátil onde as instituições, em diversas áreas e setores, têm sido instadas a se adaptar.

Assim, com o crescimento da indústria, do comércio, da produção e da circulação de riqueza, aumentando a complexidade da gestão, o processo de segregação do trabalho e especialização de atividades no município de São Francisco do Sul, percebe­-se que a qualificação de profissionais para atuarem com a logística em estabelecimentos privados ou órgãos públicos tornou­-se de grande importância. É nesse contexto que nasce a proposta do Curso Superior de Tecnologia em Logística do Instituto Federal Catarinense no Campus São Francisco do Sul, o que têm origem no Planejamento Estratégico do Campus que identificou a tendência de atuação no Eixo Tecnológico de Gestão e Negócios. Sua concepção está alicerçada em uma demanda local e regional.

Partindo­-se da premissa e do compromisso de delinear um profissional que disponha de uma sólida base de conhecimentos técnicos, cultural e humanística, visão sistêmica e interdisciplinar da atividade de logística, percepção dos avanços tecnológicos e das tendências econômicas e sociais. Além disso, deve ser um cidadão solidário, com capacidade de diálogo com os demais profissionais de sua área e áreas afins, comprometido com a sociedade e capaz de atuar com responsabilidade, liderança e ética no contexto das atividades e do patrimônio das organizações, sabendo adaptar as condições locais e regionais à nova realidade do mundo atual.

Relação Teoria e Prática

A preocupação em relacionar a teoria à prática é permanente e foi pensada desde o projeto de criação de curso. Para que essa relação funcione, as ementas das disciplinas foram elaboradas visando a aplicação prática de todas as fundamentações teóricas. Dessa forma, o acadêmico adquire o conhecimento necessário no desenvolvimento de aplicações ao longo do curso, além de capacitá-­lo para desenvolver os seus conhecimentos no mercado de trabalho com a mesma desenvoltura.

Interdisciplinaridade

Integrar saberes é um desafio de qualquer profissional que deseja ser bem­ sucedido na sua atuação. O conhecimento não pode ser visto em termos cartesianos, com cada disciplina, cada área da ciência contribuindo isoladamente ao alcance de um objetivo maior. Todas as ciências, os diversos tipos de conhecimento e suas manifestações obrigatoriamente devem estar presentes e de forma uníssona no desempenho profissional de praticamente todas as atividades da atualidade.

As áreas com suas respectivas disciplinas foram planejadas e distribuídas de forma a se correlacionarem dentro de um contexto universal que garantirá o aprimoramento dentro de um resultado teórico/prático/filosófico, sendo observado um processo de construçãodo conhecimento constante.

Perfil Profissional

De acordo com o Catálogo Nacional dos Cursos Superiores em Tecnologia, o perfil profissiográfico desejado ao Tecnólogo em Logística é de um profissional especializado em aquisição, recebimento, armazenagem, distribuição e transporte. Atuando na área logística de uma empresa ou organização, planejando e coordenando a movimentação física e de informações sobre as operações multimodais de transporte, para proporcionar fluxo otimizado e de qualidade para peças, matérias ­primas e produtos, desenvolvendo e gerenciando sistemas logísticos de gestão de materiais de qualquer natureza, o que inclui redes de distribuição e unidades logísticas, estabelecendo processos de compras, identificando fornecedores, negociando e estabelecendo padrões de recebimento, armazenamento, movimentação e embalagem de materiais, podendo ainda controlar recursos financeiros e ocupar-­se do inventário de estoques, sistemas de abastecimento, programação e monitoramento do fluxo de pedidos, exigindo para o exercício das atribuições, visão sistêmica e estratégica, capacidade de comando, liderança, densos conhecimentos de estratégias de segurança e respectivas tecnologias e equipamentos, além de habilidades e atitudes que lhe permitam participar de forma ética, responsável, ativa, crítica e criativa.

Campo de Atuação

A área de atuação do Tecnólogo em Logística é bem diversificada, abrangendo desde áreas tradicionais como no segmento industrial, agrícola, de serviços, instituições de ensino, órgãos governamentais e não governamentais, como principalmente a área de transporte aéreo, marítimo e terrestre.

O Tecnólogo em Logística poderá continuar seus estudos em cursos de pós­-graduação ou seguir a área de pesquisa científica, trabalhando em instituições de pesquisa ou ensino voltadas para a área. Poderá também prestar concursos em nível superior em instituições de ensino públicas e privadas na área de atuação e afins.

Legislação e Atos Oficiais Relativos ao Curso:

  • Resolução CNE/CP3 de 18/12/2002; Resolução nº 2 de 18/06/2007;
  • Parecer CNE/CES nº 436/2001; Parecer CNE/CES nº 261/2006;
  • Parecer CNE/CES nº 277/2006; Resolução IFC/CONSUPER Nº 28/2012;
  • Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional, Lei nº 9.394 de 20/12/1996;
  • Catálogo Nacional de Cursos Superiores de Tecnologia;
  • Diretrizes Curriculares Nacionais de Cursos